Yoani e a nossa pouca abertura ao Diálogo

Em seu artigo do mês de fevereiro na coluna da Aberje, Tatiana Maia Lins debateu a pouca abertura dos brasileiros em relação ao Diálogo, levando em consideração a passagem da blogueira cubana Yoani Sánchez pelo Brasil.

Eis um trecho:

“Se Yoani é fanfarrona ou não, não importa. Se Yoani é paga por quem quer que seja para falar mal de Cuba, não importa. Se ela ganha muita grana e sua vida não é em nada parecida com a vida dos cubanos que ela denuncia, não importa. Yoani é útil para a Democracia e para o mundo, pois precisamos ter em todas as partes pessoas contra e a favor de seus governos. E se Yoani é um fenômeno de marketing, que aprendamos algumas lições com ela.

Em Estados democráticos, o diálogo precisa estar sempre aberto para que as pessoas formem as suas opiniões de modo independente. Diálogo significa dar espaço para que opiniões sejam manifestadas, contra e a favor, gostemos ou não do que está sendo dito. Quando há diálogo, há possibilidade de discussão, as “verdades” aparecem e as mudanças sociais e culturais necessárias podem acontecer. Quando há diálogo não há espaço para imposições unilaterais.

Esta realidade ainda está muito longe da nossa. Aqui não sabemos conviver com os que pensam diferente de como pensamos. E, em vez de abrirmos espaço para o diálogo, atacamos.”

Leia o artigo completo clicando aqui.

Destaque
Recentes
Arquivo
Tags

+55 (11) 97675-9090

makemake@makemake.com.br

Rua Arandu, 789 - Brooklin

São Paulo / SP

Cep 04562-031